Depois de um período onde os preços da criptomoeda atingiram níveis externos na parte inferior do indicador por consecutivas vezes, eles voltaram para dentro dele novamente, conforme um fundo local nos preços é estabelecido.

Bandas de Bollinger

O que são?

Trata-se de um indicador que mantém uma relação direta com a volatilidade de um ativo, podendo ser útil na antecipação de alguns movimentos fortes, como também na identificação de pontos de compra e venda. Quando as faixas das bandas estão bem afastadas, por exemplo, isso indica que determinado momento pode ser de alta volatilidade, e quando elas estão estreitas, isso indica que há baixa volatilidade.

Como influencia o ativo?

Em momentos extermos, o preço pode ultrapassar as faixas (linhas azuis), normalmente precedido por uma grande força contrária. Por exemplo, se ele passa a faixa superior, ceteris paribus, deverá haver uma grande força vendedora após isso: traders acreditam que ele já está muito caro. E quando elas passam para baixo da faixa inferior, costuma-se haver grande força compradora, por ele estar sendo consideradavelmente sobrevendido.

O que está acontecendo?

Com elas se distanciando após a queda recente do Bitcoin, isso pode significar que a volatilidade da criptomoeda se reduzirá em breve. Na prática, perdido o range dos US$ 38-42 mil, ela deverá entrar em outro, agora entre US$ 28-32 mil, até que o mercado vá de encontro com outro choque de volatilidade outra vez, o que pode ser tanto para cima (acima dos US $ 34 mil) quanto para baixo, em busca dos US$ 20 mil, por exemplo.

Sua banda inferior, em US$ 27300 e indicando sobrevenda, sugere compras.

Fonte: TradingView

Vinícius Cavalcanti • Analista Yellow Crypto